Receita para propaganda sem noção: misturar lingerie, adultério e Jesus

Ainda não vi a nova coleção, talvez esteja incrível, tudo de bom, a coisa mais linda, sexy e delicada do universo. Mas precisava apelar a esse ponto?  A nova campanha da Duloren é polêmica. Até aí, nada de novo. Quantas marcas já não usaram e abusaram de slogans chocantes para chamar atenção. Mas dessa vez, sou obrigada a ser taxativa, acho que ficou sim de mau gosto.

O slogan novo, que já começou a aparecer em revistas e outros meios de comunicação é curto  “Só Jesus é fiel.” Qual a relação com lingerie? Bem, segundo a Duloren, que realizou uma pesquisa com 420 mulheres, entre 20 e 35 anos, 74% das mulheres já trocaram de parceiro “por causa de falta de carinho”.

Agora vejam o visual da campanha, uma mulher de lingerie falando ao telefone com o suposto amante, enquanto o marido ou namorado assiste televisão. A mensagem por trás? Se o seu homem não atende às suas necessidades, caia no adultério, contanto que seja usando Duloren.

Não vou atirar a primeira pedra em ninguém. Longe de mim tentar entender, apoiar ou reprovar, porque  mulheres (e homens) procuram amor, atenção, sexo fora de seus relacionamentos. O tema é complicado; envolve sentimentos, compromissos, expectativas, particularidades, erros e acertos únicos de casal para casal. Tampouco pretendo discutir sobre crenças e religiões. A (in)fidelidade, assim como Jesus Cristo, são assuntos sérios, ligados a valores extremamente importantes para um enorme número de pessoas. E eu, não saberia, nem gostaria, de ficar examinando o “X” dessas questões.

A única coisa que coloco em discussão é a declaração de Denise Areal, gerente de marketing da Duloren: as mulheres estão cada vez mais bonitas e, por isso, “correm atrás do que querem”.

Então, eu pergunto: Você quer um namorado ausente, tão viciado em futebol (ou qualquer outra coisa que passe na TV) que mal tenha tempo para apreciar como você ficou maravilhosa com sua nova lingerie? Quer ficar escondida atrás da porta ligando para outro homem porque seu namorado é um babaca? Você quer MESMO ser essa garota?

Desculpa, Denise, mas eu não.

7 Respostas to “Receita para propaganda sem noção: misturar lingerie, adultério e Jesus”

  1. carlos campos Says:

    quem é essa modelo da reportagem?

  2. maria al Says:

    Uma propaganda dessa só vai propagir ainda mais a violência doméstica , um homem brutus ver esta publicidade e ver sua mulher comprando lingeries novas o quê ele vai pensar? vai pensar que sua esposa arranjou um amante porque foi isto que a mídia colocou em sua cabeça.A autora desta publicidade é completamente sem noção.

  3. Magda Megion Says:

    Ridícula esta campanha, de péssimo gosto, alem de colocar a palavra de Deus em um ensaio sensual, isso provoca um buzz negativo nas pessoas conservadoras, alem do mais, coloca a mulher como uma safada. Péssimo.

  4. Não achei nada sem noção essa campanhia….alias achei bem atual, contando que hj em dia, ou melhor, a algumas décadas já, as mulheres têm deixado de ficar em casa, cuidando de casa, marido e afins, pra correr atras de sua felicidade…se o marido é um idiota, que não dá atenção devida a sua mulher, ela tem mesmo é que ir atrás do que está sentindo falta.Pra mim o que esta campanhia deixou claro é a banalização da fidelidade, hj a traição é um assunto comum,um ato praticado pela maioria, isso sim é meio triste, por que os valores de um casamento, de uma familia, se perderam…mas por outro lado acho ótimo que as mulheres estão reagindo a uma situação em que algumas décadas atras eram simplismente vitimas!

    • Como eu já disse, não precisamos nem discutir se trair é aceitável ou não. O fato é que uma campanha publicitária cria universos idealizados para seduzir seu público. Se o melhor que a Duloren tem a oferecer é que as mulheres busquem outros para satisfazer algo que os escolhidos não sabem valorizar, a marca está assinando um atestado de mediocridade para si e para suas clientes. Muito melhor colocar em cena uma mulher castigando o infeliz que não sai da frente da TV. A situação seria idêntica: uma mulher cujo homem não oferece aquilo que ela merece. A campanha continuaria sendo provocativa. Mas ao invés de associar a mulher Duloren com alguém que precisa se esconder para buscar prazer ou vingança, mostraria uma mulher que é forte e encara a situação de frente. Claro que não corresponderia necessariamente à realidade. Mas propagandas não retratam a realidade. Esta tampouco, aliás, basta considerar os modelos da campanha. A maioria dos casais que conhece não têm essa estética, têm? Enfim, o que quero dizer é que não é trair, nem é a provocação, é a triste posição na qual colocam a mulher Duloren. Uma marca que apela para isso, não entende, ao meu ver, o que a mulher moderna almeja. Você prefere sonhar com um trouxa no sofá + amante ou com um namorado que é amante e ainda leva café na cama?

  5. Acho que você está certo. este tipo de estratégia de marketing vai ter um impacto negativo na sociedade como um todo. mais a crianças que tenham uma mente absolutamente macio também será misguides por tais campanhas

    • Oi Neha,
      nunca é simples proteger os inocentes de coisas do tipo. Felizmente, mta gente diz que não tinha entendindo a mensagem da campanha. Tomara que fique obscura mesmo…kkkkk
      Bjkas,
      Nana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: