Arquivo para boxer

Pelada de Lingerie

Posted in Papo Calcinha with tags , , , , , , , , , on 13/05/2010 by Nana en Lingerie

Copa do Mundo é sempre uma alegria para os marketeiros. Qualquer que seja o produto, basta criar uma edição especial verde-amarela para vender mais. E, por mais que eu defenda a lingerie como um mundo à parte, onde sazonalidades têm pouco impacto, onde cabe a cada um escolher o que gosta, sem necessariamente seguir as últimas tendências; não há como escapar.

Vamos começar pelo editorial Junho 2010 da revista americana Vanity Fair assinado por Annie Leibovitz. (créditos à Bel – bjinhos gata)

Admiro o trabalho da Annie. Suas fotografias são únicas. Aliás, não é a primeira vez que posto suas fotos no blog (Editorial Alice no País das Maravilhas). Também adoro atletas só de lingerie (quem não gosta, certo meninas?). MAS, ainda que as fotos tenham ficado tudo de bom, não podemos dizer que sejam lá muito originais. A Armani, por exemplo, já usou o Beckham e o próprio Cristiano Ronaldo em suas campanhas; apostando, assim como Annie, em fotografias em estúdio.

No entanto, nenhum desses ensaios se compara às fotos do time de futebol holandês clicadas por Erwin Olaf. Embora os jogadores não estejam só de lingerie, Erwin construiu um retrato erótico, agressivo e másculo da equipe holandesa. Criou luzes e ambientação singulares, associando os jogadores a verdadeiros gladiadores.

De qualquer modo, parece que a moda da lingerie-masculina-para-torcedores-da-copa vai pegar. Boxers Calvin Klein com bandeirinhas nacionais e cores patrióticas já estão à venda.

Na verdade, o que me causa maior surpresa é a tendência feminina. Dêem uma olhada na Demillus e na Duloren. A Demillus até entendo, afinal é um conjuntinho esportivo daqueles que realmente servem para malhar, especialmente por causa das costas nadadoras.

Agora, alguém consegue me explicar essa propaganda da Duloren? Não quero pegar no pé, mas a Duloren continua tentando causar polêmica e acaba marcando gol contra.

Homem de lingerie: Vô ou Num Vô? 2

Posted in Papo Calcinha with tags , , , , on 04/04/2010 by Nana en Lingerie

Como vocês podem ver eu não coloco meu contador de visitas à mostra. Mas tenho que explicar porque resolvi postar essa novidade num sábado, quase uma da manhã, sendo que estou prontinha pra sair. O post “Homem de lingerie: Vô ou Num Vô?”, é de longe o mais visualizado do blog. E como essa notícia já está popando em tudo quanto é lugar (sim, eu estou atrasada) não podia esperar mais.

Acho que a maioria sabe quem é Alexander McQueen, famoso estilista inglês que, recentemente, no auge da carreira, cometeu suicidio. Uma das características do Mcqueen era trabalhar com estampas e usar caveiras em muitas de suas criações. Bom, após a sua morte, descobriu-se que ele estava desenvolvendo uma linha masculina de underwear.

Seguem portanto as fotos da coleção. Agora gente, por favor, já que gostam tanto do tópico, comentem! Aliás só para aumentar a polêmica, as peças estarão em venda em breve e custarão entre 52$ e 555$. Mais caras que muita lingerie feminina. E aí: Vô ou num Vô??????????

Homem de lingerie: Vô ou Num Vô?

Posted in Papo Calcinha with tags , , , , on 25/03/2010 by Nana en Lingerie

Está claro que para nós, mulheres, lingerie é um universo amplo. Gostamos de variedade e estabelecemos preferências. Já os homens não têm as mesmas opções. A maioria das marcas apresenta um mix de produto bem tradicional. Os designs, tecidos e estampas são infinitamente mais restritos. Mas o que aconteceria se as marcas de underwear masculinas passassem a ousar mais?

A marca francesa Aubade tentou inovar nesse sentido. Pra quem não conhece, a Aubade foi criada em 1875 e vende na Europa toda. Os produtos são de alto nível. A mulher que eles retratam é doce e provocante. As publicidades são icônicas, baseadas em lições de sedução: fotos em PB com uma caixa de texto pequena com mais de 100 dicas sobre a “arte de amar”.

Em 2005 a marca lançou a primeira coleção masculina seguindo a mesma receita. Começaram com quatro categorias de produto (boxer, cueca sunga, cueca fio dental e camiseta segunda pele) em tons e tecidos diferentes. Usaram cores inabituais como o rosa, e chegaram a colocar laterais de renda em alguns modelos.

Foi um fracasso total. Hoje a linha masculina nem existe mais. Ainda é possível comprar combos “lingerie feminina e lingerie masculina” da Aubade, ação comercial que promovem essencialmente perto do dia dos namorados. Mas voltaram para produtos clássicos em cores básicas: cinza, preto, azul e vinho.

O que aconteceu? Por que o público masculino não aderiu? Não posso afirmar, e a Aubade definitivamente não comunica sobre o assunto. Mas é importante lembrar que em matéria de underwear para eles, elas têm um forte poder de prescrição. Portanto se a coleção masculina não vingou, significa que as mulheres também não gostaram. Como a marca não vende no Brasil, não posso dizer que fomos nós quem deixamos de presentear nossos gatinhos com as cuecas Aubade. Mas se vendesse, você compraria?

Lingerie preta: in ou out?

Posted in Papo Calcinha, Uncategorized with tags , , , , , on 13/03/2010 by Nana en Lingerie

Chegou o dia: hoje tem show do Guns N’ Roses. Minhas amigas estão piradas. Não falam em outra coisa. Estou até com medo. Uma delas diz estar pronta para tirar a camiseta, só para ver se consegue uns dois segundos de eye contact com o Axl. Duvido. Mas que seria inesquecível, isso seria. Fico só imaginando a reação dele. Chocado, certamente não. Ele já deve ter visto coisas bem mais malucas. Aliás, o próprio Axl já fez shows de cueca. Ele adora boxers justinhas.

Será possível descobrir que tipo de lingerie o Axl prefere para uma mulher, em função daquilo que ele mesmo usa? Acho que não. E mais, acho que, no fundo, a lingerie nem é tão importante.

A pesquisa online feita pela Dr. Beckmann com 1.016 ingleses mostra que 47% dos entrevistados preferem lingerie preta, e 34% branca. A vermelha ficou em último lugar, 56% afirmando que até nude é preferível. Já o jornal inglês Daily Telegraph, chamou três representantes do sexo oposto para eleger o melhor dos looks abaixo; e concluiu que o preto está em baixa.

Na minha opinião, uma coisa é colocar um homem cara-a-cara com o pedido “Ordene com números de 1 a 10 as cores de lingerie que prefere para sua parceira.” Uma coisa é dar à um homem seis fotos e esperar até que ele dê uma nota para cada conjunto. Outra coisa, totalmente diferente, é colocá-lo frente a frente com uma mulher de verdade, só de lingerie. A lingerie faz diferença para gente; nós sabemos que tal conjunto tem uma renda de flores ou um detalhe na lateral da calcinha.

E mesmo que me digam que tenho que abdicar do preto, ou do vermelho, ou de qualquer outra cor, não aceito. Já chega precisarmos que usar determinadas roupas em tal ou qual situação social. Ninguém, nem mesmo o Axl Rose, vai me tirar o prazer de escolher minha própria lingerie. Agora, se me dessem de presente o que gostam, é outra estória…