Arquivo para Tyra Banks

Victoria’s Secret e a prova do tempo

Posted in Resenhas with tags , , , , on 18/05/2010 by Nana en Lingerie

Há muito tempo, a Beka me pediu pra escrever uma resenha sobre os produtos da Victoria’s Secret (mas vale tarde que nunca…? :*). Só consegui porque a Lika topou me emprestar as peças que comprou há dois anos nos USA. Brigada, Lilica!

A Victoria’s tem várias linhas de lingerie. De modelitos descolados até conjuntos cheios de frufru.

A linha PINK aposta em conforto e diversão. Segundo a Lika, são peças super confortáveis, especialmente para quem tem coxas grossas e procura calcinhas que não apertam. A grande sacada do modelo acima é que não tem elástico nas pernas. O algodão tem um pouco de stretch – apenas o suficiente – e o elástico da cintura é bem flexível. Uma ótima peça para dormir, diz ela. E, como podem notar, para uma calcinha que vai-e-volta na máquina de lavar, os corações em glitter continuam firme e forte.

Já os modelos da linha Sexy Little Things deixam, no meu entender, um pouco a desejar. O design é bonitinho; adoro esse elástico que franze atrás, deixando o bumbum bem redondinho! Mas o tecido e o acabamento não estão à altura de uma marca internacionalmente conhecida. A asa delta rosa – lavada à mão – já tem fios soltos e furinhos aqui e ali. Para quem coloca nas passarelas “Angels” – time de modelos que desfila para a Victorias’s Secret, incluindo Adriana Lima, Heidi Klum e até há algum tempo Tyra Banks e Gisele – esperava um pouco mais de investimento no produto.

É certo que os preços da Victoria’s Secret, considerando o mercado americano, não são muuuuuito altos (http://www.victoriassecret.com/). O produto não é de todo ruim, as peças são legais. Se me dessem de presente, ficaria feliz sim! Como sou colecionadora, não deixarei de comprar alguma coisinha nas lojas de duty free recentemente abertas. Mas não sei se posso dizer que é o melhor investimento. Na verdade, o ponto final da resenha é simples: cabe a cada uma avaliar a relação qualidade/preço/conforto/design; é questão de bolso e gosto.