That’s seventies show – lingerie retrô

Posted in Papo Calcinha with tags , , , , , , , on 11/08/2010 by Nana en Lingerie

Dizem que para cada lugar há um dress-code apropriado. Se é verdade, não sei; mas, bastou colocar um pé no Hot-Hot para associar a casa noturna com as coleções retrô da PUKET.

Explico:

O Hot-Hot foi inaugurado há cerca de um ano. Como toda casa descolada de Sampa, convida DJs da moda para produzirem sets únicos, mixando disco, eletrônica, house, pop, etc… O público é seleto: mauricinhos e moderninhos bem arrumados, mulheres produzidas e bonitas, um pequeno grupo gls que não falta nunca nos lugares badaladinhos da cidade. Até aí, nada de muito inovador, certo?

Errado. A graça do Hot-Hot está na ambientação. Quem diria possível reproduzir uma estampa disco-fever em todo o andar superior sem torná-lo brega?

Não há dúvidas que a decoração busca inspiração nos dancing days da década de 70. Mas nem por isso o Hot ficou com cara de flashback empoeirado. Ao contrário, literalmente viraram a tendência pelo avesso, colocando o famoso piso do John Travolta nas alturas. Efeito final: um teto luminoso que permite mudanças de clima no dance-floor em real-time.

John Travolta em Saturday Night Fever (ou Embalos de Sábado à Noite)

Pista do Hot-Hot

Claro que para freqüentar o lugar, montar um look com a cara da casa ajuda. E, hoje, até onde sei, a PUKET é a única marca de lingerie que tenha resgatado, recentemente, prints geométricas e elementos Flower Power inspirados na década de 70.

Em matéria de qualidade, não há do que reclamar. A lycra é ótima, dificilmente esgarça. O acabamento é bem cuidado, costuras em lugares estratégicos que quase não puxam fios. A marca valoriza conforto, praticidade – oferecendo cortes e modelos variados para cada linha – e descontração – desenvolvendo estampas divertidas. Os preços variam de 20,00 a 40,00 reais para calcinhas e de 60,00 a 70,00 para sutiãs (se bem que, em tempos de liquidação, é possível encontrar as mesmas peças com descontos de até 50%!).

Mas, com tudo isso, por que será que as coleções FASHION PUKET RETRÔ e DIVERTIDA RETRÔ POP não fizeram a minha cabeça? Acho que o problema foi na hora de repaginar a tendência seventies.

A década de 70 foi uma década cheia de exageros e contrastes. Tempo de estampas ultra-coloridas; de brilhos e lantejoulas; de sobreposições e transparências; de calças boca-de-sino e maxi-acessórios; de influências folk, hippie, disco, punk; e por aí vai…  Em resumo, uma década onde criadores e estilistas ousavam.

Ora, onde é que a PUCKET ousou? O tecido é o mesmo de suas outras linhas. A estampa é clássica, mal foi modernizada. Onde está o espírito da década de 70? Este que misturava ingredientes improváveis e excessivos para chegar a um resultado final psicodélico, inesperado e genial? Por enquanto, só no Hot-Hot.

Lingerie HI-LO

Posted in Resenhas with tags , , , , , , , , , on 04/08/2010 by Nana en Lingerie

Pra quem nunca ouviu falar sobre moda hi-lo, trata-se da tendência fashion mais democrática dos últimos tempos. Quem segue a nova onda, mistura peças de HIGH FASHION (design de última moda, criações assinadas por estilistas famosos, etiquetadas por marcas de luxo…) com peças LOW (sem nome, vintage, ou saídas de lojas de departamento como Zara ou C&A).

Em teoria, a idéia é incrível. Parte do principio de que estar bem vestida não requer logos em todo lugar. Mas, às vezes, o tiro sai pela culatra. Várias celebs nacionais e internacionais adotaram a tendência e informam jornalistas a torto e a direito sobre o novo look que acabam de montar: “jeans barato e incrível par de sapatos Louboutin”, “vestidinho vintage e bolsa couro de avestruz da Louis Vuitton”, “shorts usado e blusinha última coleção da Channel”. Só uma nova forma de aparecer na Caras.

Também não acredito que a tendência diminua o mercado das marcas de luxo. Quando uma estrela comunica sobre o look que está usado, pode dizer que combinou Louboutin com Vuitton e Chanel. Desta forma, faz propaganda para três marcas. Agora, quando a mesma estrela diz que não lembra aonde conseguiu o jeans deslavado, mas que seus sapatos são Louboutin, está destacando uma marca única. Sua mensagem fica mais simples, mais direta e mais intensa.

No mundo das lingeries, é sempre mais difícil realçar um produto. Quem é que, num tapete vermelho, nomeia a marca do sutiã? Claro que a tendência de “lingerie as outerwear”, fez com que algumas celebridades comentem sobre suas marcas favoritas. Também já encontramos marcas, como a Calvin Klein ou Forum, que enchem seus conjuntos de logos. Mas é raro.

No que me diz respeito, em matéria de lingerie, é o gosto pessoal que deve sobressair. Nada de regras e tendências fashion ditando o que pode ou não pode, o must have da estação ou aquilo que deve ser guardado no fundo do armário. Quando tratamos de lingerie, só você pode saber se um conselho xis faz sentido. Se não fizer, ignore por completo.

Por exemplo, eu não uso apenas conjuntinhos pareados. Não é raro encontrar uma peça única que me encante. Ainda que não ache a calcinha ou o sutiã para formar o conjunto, compro. E foi justamente isso que fiz esse final-de-semana.

Achei um sutiã La Perla com um desconto imperdível, de 750,00 reais por 225,00 reais. Um sutiã La Perla por 225,00 reais??????? Aonde já se viu? E com caimento perfeito????? Só faltava a calcinha no tamanho certo. Era pedir demais. Comprei só o sutiã. Quando cheguei em casa, abri as minhas gavetas (sim, agora já são duas!) e, TCHAN-TCHAN, montei um look hi-lo! A calcinha saiu da Loungerie por 20,00 reais; o conjunto, no total, ficou por 255,00 reais. Mas sinto como se estivesse vestindo um milhão de dólares.

Nesse caso, dou meu braço a torcer: VIVA A MODA HI-LO!


Lingerie Day no Twitter

Posted in Papo Calcinha with tags , , on 28/07/2010 by Nana en Lingerie

Certamente, todos já ouviram falar no Twitter. Como aceitamos que um meio de comunicação digital venha a impor um número máximo de caractéres é um mistério para mim. Claro que tenho uma conta , mas prefiro mil vezes escrever aqui, onde nada, nem ninguém limita o que tenho a dizer. No entanto, hoje é dia de acompanhar o twitter de perto. Hoje é o famoso Lingerie Day.

Quem adere à brincadeira, deve trocar a foto do perfil durante o dia de hoje por uma foto “só de lingerie”. Parece ótimo, mas, sinto informar, que na sua maioria são fotos de muito mau gosto. No entanto, tal como quem procura agulha no palheiro, encontrei as fotos que seguem abaixo. Espero que as marcas de lingerie que  participam da iniciativa , premiando melhores fotos e retweets, saibam escolher uma das meninas abaixo, ou qualquer outra que faça prova de sensualidade e bom gosto. Que vençam as melhores!

Não sei se caso ou se compro uma bicicleta

Posted in Papo Calcinha on 21/07/2010 by Nana en Lingerie

Não há nada como uma confusão amorosa tríplice para distrair uma mulher de forma que deixe seu hobby favorito em stand-by.

Em tempo normal, tento ser uma mulher independente. Evito muitas concessões. Acho que as pessoas são como são.  Em geral, quem faz muitas concessões, cria expectativas de que a outra pessoa acabará mudando, ou oferecendo algo em troca. Ora, se são muitas as concessões, serão muitas expectativas, algumas inevitavelmente frustradas. Mulheres frustradas pelo amor ficam carentes, algumas vezes amargas. E eu, além de chocolate, não quero nada amargo na minha vida. Por isso, no amor, geralmente tento entender o que o outro espera de mim e avalio se quero e posso atender ao esperado.

Agora, e quando não sabemos o que a outra pessoa quer? “Descubra o que você quer”, dizem os amigos, fiéis conselheiros. Não sei. Não sei o que quero. E o tempo está rolando. Se eu não decidir logo, a vida tomará seu próprio rumo. Mas de que adianta decidir sem certeza alguma. Nada mais é do que dar um tiro no escuro.

OBS: comprei um monte de conjuntinhos novos. No próximo post coloco fotos e resenha. A todos os que me escreveram, cobrando minha ausência: muito obrigada pelo carinho. O que seria de mim sem vocês?

Na dúvida, compra lingerie

Posted in Papo Calcinha with tags , , , , , , , on 25/06/2010 by Nana en Lingerie

O dia dos namorados, uma das datas mais românticas do ano, passou. Já trocamos figurinha “Você ganhou o que? E o que deu de presente?” e como sempre, fico impressionada. Que diabos passa pela cabeça deles?

Claro que nós amamos vocês, apreciamos o esforço, sabemos que não é fácil satisfazer uma mulher. Mas, gatos, um pouco de bom senso sempre ajuda. KEEP IT SIMPLE! Quanto mais complicado, maior a probabilidade de errar feio.

-

Onde já se viu mandar um cartão com uma piada sem noção dessas?????? Um DVD que imita uma lareira para deixar o ambiente da casa mais romântico???? Um depilador elétrico????

Parece que estou exagerando? A sorte é que sou discreta e não vou nomear as pobres presenteadas ,ou os sapinhos encantados que tiveram essas idéias geniais. Não se trata de apontar dedos, e sim de providenciar JÁ uma solução para esse problema, um breve manual de como e o que comprar para uma namorada em ocasiões especiais.

A menos que você tenha certeza de que a sua idéia “super original” é exatamente o que ela quer; ou então que leve sua amada junto para comprar o presente; ou ainda que desista da surpresa e pergunte diretamente o que ela gostaria de ganhar, POR FAVOR siga essas regras. Todos seremos muito mais felizes!

-

- Chocolate: Sim! É afrodisíaco, derrete na boca…
Agora, tem chocolate e chocolate. Kinder Ovo é presente para criança de 5 a 8 anos de idade. Sua namorada merece um chocolate Lindt, Kopenhagen, Cacau Show, ou até mesmo um sonho de valsa. Mas PELO-AMOR, fique longe de qualquer coisa que tenha super-heróis ou brinquedinhos de brinde.

-

- Flores: sim! É um presente delicado e feminino.
Mas exige uma certa cautela. Algumas mulheres não gostam de bouquets, preferem ganhar plantas vivas. Outras conhecem o significado das flores e podem ficar decepcionadas com a sua escolha. Algumas são alérgicas. Você está presenteando sua namorada, preste um pouco de atenção nela antes de sacar a carteira.

-

- Jóias & Bijoux: Sim! Sim! Sim!
Se essa rua fosse minha, eu mandava ladrilhar com pedrinhas de brilhante para o meu amor passar. Anéis, brincos, colares, broches, pulseiras, pingentes… Observe que tipo de penduricalhos sua gatinha mais gosta (dourado ou prateado? pequenos berloques ou maxi- jewelry?) e tente encontrar algo que combine com o que ela já tem.

-

- Roupas: Campo minado.
Você conhece as medidas dela? Se errar o tamanho, seja para menos ou para mais, o resultado será o mesmo: “Eu estou gorda demais, ele acha que eu visto 40, mas na verdade sou 42.” “Eu estou gorda demais, ele acha que eu sou modelo 42, sendo que uso 40.” Pode esquecer a noite caliente pela qual esperava e prepare-se para aturar uma bela crise de insegurança. E cuidado ao pensar que basta anotar no canhoto do cheque o número do jeans dela. Ainda que saiba o tamanho que ela usa, você entende de estampas? Lavagens? Tecidos? Cortes de roupa? Não seria melhor tentar algo onde você tem alguma chance de acertar????

-

- Perfumes: depende.
Muito, muito pessoal. Algumas mulheres usam sempre o mesmo perfume, outras gostam só de cítricos, ou só de doces ou só de amadeirados, etc… Um perfume pode ser maravilhoso naquele papelzinho tester, e imperceptível na pele da sua amada. Se ela for como eu, não é só a fragrância que conta, frascos também são importantes, tornam-se objetos de decoração. Enfim, se você mal sabe o nome do perfume que ela usa, desencane.

-

- Cremes e Maquiagem: não.
Se você der um anti-celulite, está chamando de gorda; se der um anti-rugas, está chamando de velha; se der um hidratante, não há nada de especial nisso, a não ser que você acerte a marca e a fragrância que ela gosta. Mas, de forma geral, você não sabe o que é ou pra que serve a textura de uma sombra, não sabe se ela prefere gloss ou batom, se ela é alérgica, se ela segue as cores da estação, se tem uma seleção de marcas proibidas e preferidas. Já dizia Socrates, a sabedoria do homem está limitada por sua própria ignorância, ou, em outras palavras, mais ajuda quem não atrapalha.

-

- Lingerie: SIMMMMMMMMMMMM
Tá certo, eu sou suspeita para falar, afinal de contas, sou viciada em lingeries. Mas veja:

Lingerie é um presente que você só pode dar para mulheres, ao contrario dos chocolates ou das flores que também servem para quem está convalescente no hospital, por exemplo.

Mensagem subliminar: ele escolheu um presente essencialmente feminino especialmente para mim.

Lingerie é um presente que você só pode dar para alguém por quem se sente atraído. Jóias, perfumes e cremes, podem ser perfeitos para uma lembrança de dia das Mães. Mas, pense bem, você daria um conjunto de lingerie para sua mãe?

Mensagem subliminar: ele acha que eu sou sexy.

Lingerie é uma peça de roupa secreta. Portanto, mesmo que você não acerte tão perfeitamente o corte ou a estampa, sua gata não deixará de usar o que você comprou. É lógico que você deve anotar o tamanho do sutiã e da calcinha (são diferentes, tem que anotar as duas coisas!) e basear-se no que ela normalmente usa. Mas, não será uma grande catástrofe se você comprar um sutiã com bojo, sendo que ela prefere sem. O conjunto que você der, será tanto para ela quanto para você. E, se acima de tudo, você souber deixar claro que ela ficou L-I-N-D-A, é jackpot na certa!

Mensagem sublimar: Quanto tempo será que ele vai levar para desembrulhar o presente????

Luxo + simplicidade + moda = ERES

Posted in Papo Calcinha with tags , , , , , , , on 16/06/2010 by Nana en Lingerie

Criada em 1968, a marca ERES começou com beachwear; na época, a estilista Irène Leroux distinguia-se por criar peças surpreendentes e um tanto quanto contraditórias: elegantes e modernas, sóbrias e sofisticadas.

Primeira loja ERES na Praça da Madeleine em Paris

Além disso, vendia suas coleções o ano inteiro, ao contrário de suas concorrentes que só apresentavam moda praia durante o verão. Passaram-se décadas e, em 1996, a maison Chanel comprou a ERES, mantendo a linha moda-praia e lançando, dois anos depois, a linha de lingerie da marca.

O sucesso foi imediato. Até então, não havia na França – e meninas, a França é o verdadeiro paraíso para comprar lingerie – ninguém que propusesse o que a ERES colocava no mercado. Até hoje as coleções da ERES traduzem um conceito de luxo sóbrio. Nada, ou quase nada, de estampas, apliques, bling-bling. O valor agregado está nos tecidos, no uso da mais fina renda de Calais, nos cortes precisos que favorecem o contorno do corpo feminino. É uma marca para público burguês tradicional. A mulher ERES é chique, tem uma sensualidade contida, sinônimo de refinamento e delicadeza. Os produtos ERES não têm nada que ver com um Victoria’s Secret, Aubade ou Wonderbra. Quem usa ERES não busca um símbolo reconhecível, um conjunto ERES é quase um segredo. São poucas as amigas que saberão reconhecer que o seu sutiã é ERES, mas aquelas que sabem, darão o justo valor.

Hoje quem faz o estilo da ERES não é mais Irène, é Valérie Delafosse. Aliás recentemente, Karl Lagerfeld, estilista das marcas Chanel e Fendi, também contribuiu para a campanha 2010 da marca. A idéia de Karl foi vestir Emily Didonato com looks Chanel e fotografá-la uma segunda vez, nas mesmas poses, apenas com roupas de baixo. O ensaio fotográfico rendeu um book enviado apenas aos clientes ERES e um aplicativo web divertido plugado no site da marca ou acessível diretamente neste link.

Basta passar o mouse sobre as fotos da top para descobrir que conjunto ERES ela esconde; um pouco como aquelas antigas canetas de pin-up. Click a modelo, está de roupa. Click, ela está de cinta-liga.

Quando pequena, ainda no colégio, lembro que essas canetas faziam o maior sucesso com os meninos. Resta saber com quem a brincadeira de Karl fará mais sucesso: conosco ou com eles.

Contagem regressiva para o Dia dos Namorados

Posted in Papo Calcinha with tags , , , , , on 07/06/2010 by Nana en Lingerie

Contagem regressiva: 5 dias para o dia dos namorados. O Brasil é um dos raros países cuja data do dia dos namorados não corresponde ao dia de Saint Valentin, 14 de fevereiro. Escolhemos a véspera do dia de Santo Antonio, santo casamenteiro, para celebrar o amor. Mas e quem não tem um namorado?

Primeira recomendação: Não perca a calma. Você não é mais feia, burra, ou gorda porque está sem namorado. Só não achou a pessoa certa.

Segunda recomendação: Não saia por aí procurando. Simplesmente saia por aí. Prepare um jantar delicioso e convide um pessoal para saborear com você, vá fazer compras com amigas, bebericar em algum barzinho descolado ou até mesmo tomar um café na padaria.

Terceira recomendação: Use a grana que gastaria com um namorado em um presente para você. Um belo conjunto de lingerie… * suspiros *

Quarta recomendação: Aceite o convite daquele gatinho que você não conhece. Ele não é tão gato assim? E daí? Talvez tenha um papo incrível ou amigos ótimos…

E por aí vai… Quantas vezes você já não ouviu esses conselhos? Leu matérias em revistas femininas sobre o assunto? Fácil falar, né? Mas e se ninguém convidou você pra sair? Nem gatinho nem feinho no horizonte???

Agradeça! Não é todo homem que é bom candidato para namorar…

Você poderia estar na mesma situação da garota do vídeo. E olha que ela encontrou uma solução muito criativa para seu problema. A maioria de nós estaria no telefone com uma amiga, lágrimas nos olhos, e um pote de sorvete maligno do lado.

Papo de revista feminina é sempre igual. Porém, às vezes, o óbvio ainda é o mais sensato. Mais vale sair com as amigas e comprar uma lingerie nova linda sozinha, do que passar o dia dos namorados com qualquer outra pessoa que não um príncipe encantado, ou pelo menos com um garoto que tenha um calendário em dia e boas noções de prioridade.

Entenderam a indireta, meninos?

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 30 outros seguidores